17.2.10

Viagens Sentimentais

Abandono as lides nocturnas às 5 da manha e faço-me à estrada em direcção a Lisboa! Chego ao aeroporto ao mesmo tempo que a luz do amanhecer se entranha pelos meus olhos adentro e faz com que as dificuldades de viajar sem dormir comecem a aparecer! É dia de Carnaval e não há o frenesim habitual de tráfego de pessoas! Tudo está calmo e sereno! Aproveito para ler 118 paginas de um livro de viagens enquanto (des)espero pelo o vôo!
(Entretanto tive uma pequena aproximação à realidade económica do meu destino, acabo de pagar cinco euros e quarenta e cinto cêntimos por um bocado de pão e de presunto).

À medida que vou lendo, percebo que o título do livro não podia ser mais feliz, Viagens Sentimentais! Todas elas o são, mas para mim é o sentimento que me faz deslocar 4000 km!

Chego finalmente a Bergen 14 horas depois de ter saído de casa! (Na viagem tive o privilégio de dormir nas nuvens). A Blue Hour, a luz que antecede ao anoitecer, mostra-me a cidade de uma outra perspectiva!
A fusão dos elementos naturais (a neve, as montanhas, a luz azul, a agua do mar que entra pela terra adentro) com os elementos criados pelo homem (organização urbanística e luz artificial) fazem-me agora perceber porque é que eu conseguiria viver aqui sob as condições extremas do inverno!

A língua oficial é o Inglês. Praticar norueguês é uma agressão ao difragma!
O multiculturalismo em cidades europeias é cada vez mais uma realidade! Nas minhas ultimas viagens que fiz a Bergen, pensavam eu, que eram poucos os portugueses que por cá se sitiavam! Pensava e mal! Há uma comunidade oficial e conta com cerca de 75 membros registados! O Miguel, a Rita, a Teresa e mais uns quantos tugas, não estão registados na comunidade portuguesa! Fazem parte sim da comunidade internacional que se dedica à ciência! Nessa comunidade conheci três suecos que se dedicam à arquitectura e que vão a Braga, durante uma semana, saber algo mais sobre Betão! (Se em Portugal há sito onde se pode realmente saber mais sobre betão é mesmo em braga!)

A noite (para mim) já se prolonga desde ontem! O vinho acabou, a cerveja também, a fome aperta e os olhos fecham lentamente!
Vou dormir recordando a pagina 65 do Livro viagens Sentimentais:
“De vez em quando acordo a meio da noite em sobressalto porque não estás lá. De vez em quando as noites duram meses e os meses oceanos. Penso emigrar para um lugar de inverno, lugar onde um dia de sol seja uma celebração!”

8 comentários:

Nuno Vale disse...

Muito bom :) continua a escrever!

Coisas&Letras disse...

Só o sentimento permite escrever assim... por isso não se escreve sempre... (percebes?)

Parabéns está muito bom!

John Lag disse...

Fantástico puto! Viajar com sentimento e sentir com a viagem.

Aguardo notícias!

Abraço

Ana Paula disse...

Sabes Príncipe adorei este bocadinho em que estive a ler esta mensagem, deliciei-me mesmo!:-) Como foste natural, senti que estava a viajar cntigo:-) a sério! Nunca dormi nas núvens porque por estranho que pareça nunca viajei de avião, de barco já, mas voar só mesmo no pensamento:-) Depois fiquei a pensar numa grande viagem que fiz com o meu pai pelo Alentejo, quando tinha 12 anitos e que demoramos 3 dias para ver algumas cidades:-) e tu andaste 4000 km em pouco mais de meio dia:-) como tudo mudou nestes anos em que já vivi.:-)
Ah quanto ao betão achas que é só em Braga? Neste rectângulo à beira mar plantado não falta betão especialmente no Litoral e Algarve. Teria tanto para falar, mas tu deves saber mais do que eu!
Ah o livrinho já que é bom vou pensar em adquiri-lo. Agora vou ver os teus registos fotográficos:-)
Jinhosssssss

Maria João disse...

Gosto de "te" ler...creio que na mesma escala quanto gosto de ver o que a tua alma sente e a tua objectiva capta. Sério... acho que ainda não tinha dito isto.

somebody disse...

酒店經紀人,菲梵酒店經紀,酒店經紀,禮服酒店上班,酒店小姐,便服酒店經紀,酒店打工,酒店寒假打工,酒店經紀,酒店經紀,專業酒店經紀,合法酒店經紀,酒店暑假打工,酒店兼職,便服酒店工作,酒店打工經紀,制服酒店經紀,專業酒店經紀,合法酒店經紀,酒店暑假打工,酒店兼職,便服酒店工作,酒店打工,酒店經紀,制服酒店經紀,酒店經紀

Anónimo disse...

Creo seriamente que tienes que dedicarte a escribir, o escribir mas seguido, a veces me sorprendes....Fue un placer viajar contigo y dormir en las nubes, pensar que despues de viajar tanto no se si lo he pensado asi alguna vez, y de haberlo hecho, nunca con ese sentimiento de placer...obrigado!!!

Anónimo disse...

Pois é, depois deste texto o mundo de escrever acabou para mim! Nada faz sentido!